coimbra_praça_do_comércio

as memórias da minha coimbra
têm muitos silêncios
dentro deles palavras perdidas
sonhos por sonhar

as memórias da minha coimbra
têm gente que já não
músicas espalhadas pela calçada
onde de negro alguns vão
pisando as pedras
que choram
por eles não

as memórias da minha coimbra
sou eu nelas
e o serem ainda
elas em mim

(coimbra - praça do comércio)

(António José Cravo)

networkedblogs.com/blog/ahcravos_blog

Um comentário :

  1. custa-me ler-me. escrevo com os dedos do coração e as lágrimas são tão fáceis em mim.... obrigado letícia, é uma vida que aqui corre pela tua mão

    ResponderExcluir