[RESENHA] A Garota que eu Quero - Markus Zusak



  
                                                              O AMOR DO LOBO VENCEDOR

A Garota Que Eu QueroBom, gente, acho que todo mundo que me lê sabe que a primeira resenha que eu fiz foi do Markus, e o quanto eu amei tudo n'A Menina que Roubava Livros. Quando vi que a trilogia que começou a carreira dele ia ser publicada, fiquei num estado absurdo de felicidade, isso vocês podem imaginar, já que todos têm um autor preferido, não é mesmo? Quem quiser, pode ler a resenha do outro livro aqui.


  Sei que comprei Getting the Girl mesmo antes de ler os dois que começam, e por isso eu não sabia que toda a trilogia era narrada por Cameron, o caçula dos irmãos Wolfe. Achei que cada livro era narrado por um irmão. Steve é o mais velho, Ruben é o do meio e Cam o último. Têm uma irmã chamada Sarah.


Maaaas eu estava tão ansiosa para conferi-lo, que não aguentei. Não fez mal, fez foi um bem enorme à minha imaginação e à minha escrita, enfim...
  As críticas que o livro recebeu foram superpositivas, e isso me entusiasmou muito, pois é uma alegria. 
  A história começa com Cam contando sobre a mais recente namorada do irmão Rube, que é seu melhor amigo. E o quanto ele, Cam, queria ser admirado como vencedor um dia. Não queria que a garota que ele amasse sinceramente o achasse uma pessoa que não lutava pelo que desejava, um fracassado. Cam já tinha se apaixonado, mas a garota dissera que ele era um nada.
  Ele constrói tantos sonhos todos os dias, mas esses sonhos se resumem a um só. Eu gosto da maneira como o MZ descreve cada momento, cada sentimento do Cam e daqueles que estão à volta dele. É deslumbrante, cada vez mais surpreendente. 
  
  "(...) Nos meus devaneios, as mãos da garota paravam sempre no meu coração. Todas as vezes. Eu dizia a mim mesmo que era ali que eu queria que ela me tocasse." (A GAROTA QUE EU QUERO, p. 8) 

  E aí Cam vai contando o que acontece a partir daquele instante. E diz que foi ali que sentiu a necessidade de escrever. Escrever o que ele era, o que ele sentia, o que queria. A fome que tinha. Fome de lutar até conseguir. 
  Caramba, é difícil para mim dizer o quanto o livro é maravilhoso, fantástico. Não estou falando só por amar as palavras dele, mas você sente de verdade a emoção que ele passa. Lembrou muito o livro da Liesel, em algumas partes. Adorei isso. Senti de novo o mesmo que senti quando li cada palavra sacudida pela ladra de livros mais inspiradora do mundo literário, e do meu mundo

  "Parecia haver uma coisa brotando dentro de mim. Era algo que eu não via, nem conhecia ou entendia. Simplesmente estava lá, misturando-se no meu sangue. (...) Palavras despencaram pela minha mente. Aterrissaram no piso dos meus pensamentos e lá, lá embaixo, comecei a catá-las. Eram excertos de verdade recolhidos do meu interior." (p.15)

  Conforme a história vinha sendo narrada, eu me embrenhava cada vez mais, parece que todas as frases entravam e ficavam coladas ou como se fosse uma roupa que não se tira, melhor, uma roupa dos meus sentimentos que eram os mesmos do Cameron. 
  Rube termina logo com Octavia, a namorada, e começa outro relacionamento. Cam não gosta disso, e Octavia sente. 
  Os dois querem alguém que os ame pelo que são, que não os machuque. E os dois sabem que a única coisa que o outro quer é isso. Começa pouco a pouco uma  proximidade maior de Cam com Octavia. Confiança. Esperança. Fé. Confidências.
  E aí acontece em paralelo algo que faz Cam sentir como é bom ser vencedor. Ter a vitória pela qual está lutando, não só por causa garota que ele queria. 
  Pessoas, mais uma vez, não é segredo, o MZ me conquistou. Sabe usar de uma maneira extasiante cada palavra. Recomendo para quem quer se apaixonar novamente. Para quem quer ser conquistado a cada letra escrita, a cada releitura, pois não há dúvida de que amará. 

  beijos e até a próxima resenha! ;*


Título Original: Getting the Girl
Autor: Markus Zusak
Tradução: Vera Ribeiro
Editora: Intrínseca
Ano de Publicação: 2013
Páginas: 176
ISBN: 978-85-8057-373-2

Classificação: 



                                                                                                       


3 comentários :

  1. Oi flor! Muito boa resenha, fiquei curiosa sobre o livro, a Record sempre lança excelentes livros!

    Obs. O fundo de igreja ficou muito bonito!

    Bjos ^^

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da sua resenha porque tinha uma imagem completamente diferente do livro. Agora que já sei o que esperar, quero muito ler. Tava de promoção esses dias e eu nem pra aproveitar. ¬¬

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Denise!! Fico feliz que tenha mudado a opinião sobre o livro, por ter me lido! owww que pena! Compra que eu tenho certeza que vai gostar!
      Beijos!

      Excluir