[RESENHA] Fangirl - Rainbow Rowell


  Cather Avery, ou simplesmente Cath, é uma fã da série Simon Snow. Tem uma irmã gêmea, 18 anos, acabou de entrar para a faculdade... Peraí, eu só disse é fã? Simon Snow é sua vida, não simplesmente uma série de livros da qual gosta. Ela respira e seu coração bate para que escreva fanfictions sobre Simon e Baz. Até tem seus próprios fãs, de tanto sucesso que suas histórias fazem.
  Wren, sua irmã, e ela, são muito diferentes uma da outra, apesar de serem idênticas na aparência e sempre terem passado por tudo juntas. Agora que não estão mais no ensino médio, Wren decidiu que quer ser mais independente, ou seja, elas não serão colegas de quarto. Isso, para Cath, é o fim do mundo, pois não gosta muito de se relacionar com as pessoas, e sem a irmã, ela será obrigada a finalmente fazer algum contato social e sair de sua zona de conforto. Terá que se acostumar a conversar com gente que vê pela primeira vez. 

Ambas foram deixadas pela mãe quando tinham oito anos, vivendo com o pai. Assim, agora são os três sozinhos cuidando cada um do outro. Simon Snow e seu mundo as salvaram de afundar na dor em que mergulharam, quando não deviam nem sequer pensar nisso.

"Para ser um nerd mesmo, ela definira, era preciso preferir os mundos de ficção ao mundo real. Cath se mudaria para o Mundo dos Magos sem pensar duas vezes. Quase tinha entrado em desespero no ano anterior quando percebeu que, caso descobrisse um portal mágico que levasse ao mundo de Simon, estaria já crescida demais para frequentar a Escola de Magia de Watford." 

  Enquanto Cath não sabe o que fazer nem como agir, Wren aproveita cada dia, já faz novas amigas. Reagan, a colega de quarto de Cath, é esquisita, e pensa o mesmo dela. Cather é uma nerd que não quer falar com ninguém e vive escrevendo fanfics, além de estudando. Reagan é uma adulta (22 anos?) que acha estranho ser colega de uma primeiranista e além disso, vive saindo e namorando com vários garotos.
  No começo, achei a Reagan realmente estranha, mas depois me acostumei com ela. Sou como a Cath em certos pontos, então me identifiquei. 
  Um ponto fofíssimo na história é o Levi(ai, gente, que coisa linda é aquela? falando sério, eu casava) melhor amigo de Reagan, um garoto sorridente e gato que não gosta de ler. Calma, ele só não se concentra direito na leitura. 

"Ela precisava pensar em várias palavras para descrever os sorrisos de Levi; ele tinha vários."


"Cath gostava de Levi. Gostava de olhar para ele. Gostava de ouvi-lo - embora, às vezes, odiasse ouvi-lo falar com outras pessoas. Odiava o jeito com que ele distribuía sorrisos para todo mundo que encontrava como se não lhe custasse nada, como se nunca ficasse sem. Ele fazia tudo parecer tão simples..."


  Percebi o quanto eu ria e suspirava cada vez que o nome dele era citado no livro. Gente. É sério. Meu coração queria tirar o Levi do livro e trazer pro mundo real tipo imediatamente. (ahem. com o Park foi a mesma coisa. qual dos dois eu trago da ficção?)

  Fangirl não é só uma história sobre uma garota cujo mundo gira em torno de Simon Snow, Baz e a Escola de Magia de Watford. É um romance fofo, delicado e que mostra que pessoas como Cath têm dificuldade de se encaixar num universo diferente do que elas sempre viveram, mas conseguem superar e achar um lugar onde ficar. 

"Quando ela se sentava para escrever, não tinha que voltar lentamente à história, esperar se acostumar à temperatura. Ela já estava lá, o tempo todo. O dia todo. A vida real era algo que acontecia em sua visão periférica."

"Às vezes, escrever é como descer um morro, seus dedos tocam o teclado do mesmo modo que suas pernas pisam o chão quando não conseguem lutar contra a gravidade."


  A única coisa que me incomodou um pouco foram os trechos às vezes longos das fanfics de Cath ou os dos livros da Gemma T. Leslie. Fora isso, Cather e suas histórias me conquistaram, e com certeza Fangirl é um livro para todas as horas e para sempre.

Título Original: Fangirl

Autora: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Tradução: Caio Pereira
Páginas: 424
Ano de Publicação: 2014
ISBN: 978-85-428-0368-6

Classificação:











5 comentários :

  1. Hey, Letícia! Cheguei! Quero muito ler "Fangirl" porque o que eu mais ouço é que para nós, leitoras tímidas e tal, não tem como não se identificar com a Cath. Já li algumas críticas quanto a esse livro, mas acho que agora, depois da sua resenha, eu tenho obrigação de conhecer o Levi! rs Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha verdade, Tici! É muito fácil para nós nos vermos como Cath. Eu não tinha lido muitas resenhas de Fangirl, mas já tinha lido uma boa parte no original, só que cansei. ;) Graças a Deus existem os PDFs pra me salvar :P E, realmente, conhecer o Levi é obrigatório mesmo, rs Beijos!

      Excluir
  2. Olá :) Adorei a resenha! *-* Essa história é bem interessante, fiquei com curiosidade d eler algum dia. :D Achei legal da trama também envolver "fanfics" :) Eu escrevo uma, mas já faz uns meses que parei de escrever e estou me dedicando mais as resenhas literárias. rs Mas eu tenho que escrever a continuação da minha fanfic. :')
    Gostei muito da última frase, tão eu.. :3 kkk
    Esse livro aparenta ter uma história bem agradável e divertida. ;) bjinhos! *-*
    http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gaby! Leia, tenho certeza que você vai adorar Fangirl, é uma história linda! Não consigo escrever fanfics, na verdade nunca tentei. Acho legal isso, porque sendo fã você conhece todo o mundo do livro e sabe sobre o que escrever, além de poder criar situações diferentes para os personagens. :) Beijos!

      Excluir
  3. Oi, eu acho esse livro muito fofo e sou doida para lê-lo, afinal, às vezes me considero uma fangirl de Harry Potter e Sherlock. Essa semana mesmo vi uma menina da minha escola com esse livro e me deu uma vontade ainda maior de ler.

    https://leitoresforever.blogspot.com.br
    https://www.facebook.com/blogleitoresforever

    ResponderExcluir