[RESENHA] Eu e Você - Niccolò Ammaniti

 


            LA SETTIMANA PIÙ BIANCA DELLA MIA VITA
  Comprei quase todos os livros de junho por indicação da Duda, do blog Book Addict, exceto dois. Este livro foi um dos indicados por ela, e foi o que li primeiro, mas preferi não fazer resenha dele naquele momento, para reler depois. 

  A história fez tanto sucesso onde foi publicada que originou um filme dirigido por Bernardo Bertolucci, estrelado por Jacopo Antinori e Tea Falco. 

  Com este título, todos pensam que é um romance entre duas pessoas, mas aos poucos este pensamento desaparece. 
  O tipo de literatura do livro, chamada de sick lit, penso eu que este esteja enquadrado, está tomando conta dos livros que estão sendo publicados. Adolescentes que sofrem bullying, que têm doenças raras ou distúrbios alimentares, não mais vampiros, lobisomens ou bruxos como há uns 5 anos, desde o lançamento de Crepúsculo. Ainda que não seja de todo sick lit, o protagonista sofreu por ser fechado em seu mundo e não falar com ninguém, não interagir.

  O narrador do livro é o garoto Lorenzo, de 14 anos. Um adolescente egocêntrico, que só mantém contato com seus pais e sua avó e se camufla para que seus colegas pensem que é igual a eles. 



  "Eu me misturava como uma sardinha em um cardume de sardinhas, me mimetizava como um bicho-pau entre ramos secos. E aprendi a controlar a raiva." (EU E VOCÊ, p. 39)



  Assim, sempre fez com que a mãe acreditasse que ele não era tão introvertido, quando a verdade é que ele não queria ter amigos, e a última mentira é a de que foi convidado para esquiar com os colegas do liceu na semana branca. 

  Arrepende-se rapidamente, e acha logo uma saída. Ir para o porão do prédio onde mora, passar lá sete dias. Sete dias de férias de uma vida de quem finge ser o que não é, pois só sozinho Lorenzo fica à vontade para ser ele mesmo. Não há ninguém que vá repreendê-lo, rir de seu jeito ou dizer que ele é "estranho". 

  Ao relê-lo, percebi mais a sensibilidade com que o autor mostra a realidade do personagem, de verdade um camaleão ou, como o texto diz, uma mosca que se faz de vespa. Tudo para não ser criticado.

  "Quanto mais eu encenava essa farsa, mais me sentia diferente. O sulco que me separava dos outros ia ficando mais profundo. Sozinho, eu era feliz; com os outros, tinha que representar. Às vezes, isso me amedrontava. Eu teria que os imitar pelo resto da vida?" (p. 45-46)

  O adolescente está em paz, no seu refúgio, fazendo o que quer e sem pessoas que acabem com sua calma, quando é surpreendido. Olivia, sua meio-irmã, de 23 anos, liga para ele, e Lorenzo fica desconfiado. Ela, é claro, não sabe do esconderijo do irmão, mas logo descobre. Ele não a quer no seu canto, e trata rapidamente de expulsá-la, com medo de que ela conte aos seus pais, e não querendo um intruso na sua bem-vinda solidão. 
  Eis que Olivia aparece novamente, pedindo para dormir lá, por não ter onde ficar. Os exitosos planos do garoto são destruídos. Com a convivência forçada, os dois aproximam-se. Aos poucos, Lorenzo se desarma e se mostra com sinceridade.

  "(Olivia) — Não morro. É preciso muito mais para me matar.
   Abracei-a, pousei a testa em seu pescoço, o nariz na clavícula e explodi em pranto.     Eu não conseguia parar. O choro vinha em rajadas, eu me acalmava por alguns instantes, mas depois ele brotava lá do fundo e recomeçava ainda mais forte. 
  Olivia tremia e batia os dentes. Envolvi-a em uma coberta, mas ela quase nem percebeu. Parecia dormir, mas não dormia. Apertava os lábios por causa da dor." (p. 115) 

  Eu e Você é um romance extremamente humano, mostrando medos e incertezas, e também a carga de alguém que, dentro, é uma pessoa frágil, mas tem de se mostrar como os outros para sobreviver ao mundo. É a semana mais branca da minha vida, diz Lorenzo. 

Título Original: Io e Te
Autor: Niccolò Ammaniti
Tradução: Joana Angélica D'Ávila Melo

Editora: Bertrand Brasil
Ano de Publicação: 2013
Páginas: 160
ISBN: 978-85-286-1608-8

Classificação:


  


5 comentários :

  1. Que lindo! Sou louca para ler esse livro, ver a interação entre os irmãos. Acho fofo esses dramas de família. ^^

    Gostei da resenha ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ler, tenho certeza que você não vai se arrepender! São lindas as maneiras como esses dramas são construídos, é um cuidado imenso e uma poesia belíssima, como sempre. Beijos!

      Excluir
  2. Oi Leti,

    Ahhh, que bom que gostou :D
    Sempre fico feliz quando outras pessoas leem e também gostam da história.
    Eu achei o livro bem interessante. Adorei a forma como o autor descreveu a aproximação dos irmãos.

    Ps. Gostei muito da mudança do blog. O layout está bem aconchegante.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Duda, pelas dicas valiosíssimas de livros!! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Vi o filme, Miss!
    Gostei muito!
    O Blog está lindo, mt fashion como costumo dizer.

    Bj

    ResponderExcluir