[RESENHA] Fique Onde Está e Então Corra - John Boyne

FIQUE_ONDE_ESTA_E_ENTAO_CORRA_1397490343P

  O aniversário de cinco anos de Alfie Summerfield foi o pior de sua vida. A Primeira Guerra estava começando e nenhum de seus amigos apareceu para comemorar sua festa. Pouco tempo depois, seu pai se alista como soldado e vai embora da Inglaterra. Todos diziam que tudo acabaria no Natal daquele ano, 1914.


  Quatro anos se passaram, e Alfie não viu a guerra acabar nem o pai voltar para casa. Todos os dias pergunta sobre ele à mãe, e ela responde a mesma coisa: Georgie está numa missão secreta, por isso suas cartas não chegam mais.
  Desde o começo, a história é instigante. É uma leitura rápida, envolvente. Vemos o amadurecimento do menino Alfie num garoto crescido com infância perdida, que começa a trabalhar secretamente para ajudar nas contas de casa. Quando era pequeno, tudo o que ele queria era acompanhar o pai.
  Amei a forma como o John retratou a criança de nove anos, mas que já carregava o peso de seu pai na guerra e de ter que ir três vezes por semana engraxar sapatos, para que, no fim do mês, não morressem de fome ele e a mãe. Ela adorava dizer que os dois estavam “perigosamente perto da miséria”. Margie Summerfield é uma mulher que luta para sustentar seu filho, trabalhando em vários empregos para conseguir alguns centavos.
  Alfie, então, amadurece, mas sem perder a inocência, só se tornando mais perspicaz e um menino que faz de tudo pela família. O livro é contado sob seu ponto de vista, embora em terceira pessoa, mas esse detalhe só me fez adentrar mais na história.
  Um dia, enquanto trabalhava, descobriu o número de alistamento de seu pai num papel, e viu algo importante. A partir daí, começa a traçar planos para saber onde ele está e trazê-lo para casa.

  "Ele sentia pena dos soldados feridos, mas, de alguma maneira, não lhe pareciam humanos. Tentou entender por que os médicos não faziam mais por eles. (...) Ninguém cuidava deles? Não era o trabalho dessas pessoas?" (pág. 124)


  É fascinante o modo de agir do menino, seus pensamentos e tudo o que ele faz. Envolvi-me muito com sua história e seus passos, sofri e torci por ele a cada momento.
  Passou de um menino que não tinha ideia de nada a alguém que lutou verdadeiramente para conseguir algo que várias famílias não conseguiram. O título é exatamente o que ele faz no livro. No começo, era uma criança que não tinha ideia de nada, e não era capaz de ajudar ninguém. No fim, fez exatamente o que soube que devia. Fique onde está e então corra. Alfie ficou onde estava durante quatro anos, e então correu para salvar seu pai e sua família. O motivo? A única coisa que nos restitui vida e cura tudo. Amor. 

  "Fique onde está e então corra - é o que ele fica repetindo e repetindo. Fique onde está e então corra. Não faz sentido. Podíamos continuar amando que nem antigamente. Não posso dormir, posso?" (pág. 92)


  "- Sobrevivemos para lutar mais um dia." (pág. 102)


  Assim como em O Menino do Pijama Listrado, John Boyne não deixa de surpreender com mais uma história de uma criança no meio de uma guerra. Alfie se tornou um de meus personagens mais queridos da atualidade <3 
  A música escolhida foi Love Is Our Weapon, de NeverShoutNever. Procurei uma que combinasse com o título e com tudo pelo que Alfie passou, e descobri essa.





Título Original: Stay Where You Are and Then Leave 
Autor: John Boyne
Tradução: Henrique B. Szolnoky 
Editora: Seguinte 
Páginas: 224
Ano de Publicação: 2014
ISBN: 978-85-6576-540-4

Classificação: 



  

12 comentários :

  1. Oi Leti! Adorei a sua resenha, parabéns! Até me deu vontade de ler o livro. Até o momento eu não sabia sobre o que ele se tratava e nunca tinha me interessado, não me chamava atenção. Pelo que estou vendo, o John Boyne gosta mesmo de retratar a visão de crianças em meio a guerra, o que me deixa curiosa para conhecer a sua escrita. Quero muito ler O Menino de Pijama Listrado e, agora, Fique Onde Está e Então Corra. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São livros maravilhosos, leia sim! Vale muito a pena, você vai amar, tenho certeza. :) Beijos e obrigada!

      Excluir
  2. Nossa me envolvi só de ler a respeito do livro. Adoro a temática do livro eu sou apaixonada pelo O Menino de Pijama Listrado. Não conhecia a música que você escolheu. Mesmo sem prestar atenção na letra da vontade de sair por ai enfrentado os problemas, dando um jeito em tudo!
    Gosto muito do seu blog e de como você coloca sua opinião, depois queria conversar com você de colocar seu blog nos meus blogs parceiros/amigos!
    Beijos
    Porão da Liesel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own! Obrigada pelo carinho, Camila! Eu também não conhecia a música, sabe o que foi que aconteceu? Lembrei que alguns fãs de Harry Potter (eu não sou fã, comecei a ler agora) compuseram uma música chamada The Weapon of Love, acho, e aí procurei algo assim. Como achei essa música, e ao ouvir achei bem leve, pensei no Alfie, tanto pela letra quanto pela melodia.
      Adoraria colocar o seu blog nos meus blogs parceiros! :D
      Beijos

      Excluir
    2. Vou te adicionar no facebook! Depois conversamos!

      Excluir
  3. oii, tudo bem?
    Amei a resenha. O livro parece ser mesmo encantador e envolvente.
    Eu sempre gostei de livros que abordem as grandes guerras, mas sem ser histórias sanguinárias de guerras. Gosto de histórias assim, que mostram como uma guerra devasta a todos, não só aqueles que estão lutando. Acho que eu ira amar esse livro, principalmente por acompanhar o amadurecimento de Alfie

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bru!
      É uma história muito envolvente, com certeza. Esse é o segundo livro que leio do John, e me apaixonei novamente pela escrita dele.
      Beijos!

      Excluir
  4. Oiii =DD
    Nossa eu AMO esse autor!
    Acho que não teve um livro dele que eu não gostei *___*
    Eu tbm acho que chorei em todos e adoro o fato dele sempre por crianças e seus pontos de vista!
    Adooro!
    Amei a resenha <33
    Bjoos
    http://chacombolacha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu amei o livro e gostei muito dos outros que li do autor. Ele tem uma grande sensibilidade pra escrever sobre um tema tão pesado como a primeira guerra mundial, sem que o texto fique carregado. Recomendo muito os demais livros dele.

    www,entrandonumafria.com.br

    ResponderExcluir
  6. Fiquei muito curiosa para ler, adoro livros protagonizados por crianças, ainda mais em meio a guerra, deixa mais emocionante, todo mundo está falando desse livro, estão recebendo de parcerias ? Parabéns!
    Beijos,

    Viajando entre palavras

    ResponderExcluir
  7. É o primeiro livro que li de Boyne e tenha certeza que ele me surpreendeu. Superou minhas expectativas.
    Adorei o personagem Alfie, sua forma de ver e encarar a vida. Assim como todos os outros personagens eu achei bem construídos. Alfie é um garoto que já passou por muita coisa difícil na vida, mesmo sendo tão novo.
    O livro eu achei emocionante demais.


    M&N
    | Desbrava(dores)
    de livros
    - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para
    escolher e 2 ganhadores.

    ResponderExcluir
  8. Nunca havia me envolvido tanto em uma leitura como nesse livro. É perfeito, dei de presente para meu namorado e acabei lendo primeiro que ele. Eu amei, é um livro de rir, chorar e ler várias vezes. Eu já estou lendo pela segunda vez e Alfie está se tornando meu melhor amigo.. Outra coisa que o livro ensina é nunca desistir do Amor.. ❤

    ResponderExcluir