[RESENHA] Um Caso Perdido - Colleen Hoover


  Este não é um dos new adults normaisque muitas vezes apresentam o mesmo tipo de história, pelo meu pouco conhecimento dos livros que são para jovens de 18 anos, tratando de mudanças muitas vezes drásticas nas vidas dos personagens. 
  A minha primeira experiência com um livro desse gênero foi com a estreia da Colleen, Métrica, o único NA que tinha lido, e assim me apaixonei por sua escrita e pelo livro.
  Porém, Um Caso Perdido é muito diferente do que ela me apresentou em seu começo no mundo da literatura. Não sabia o quanto ia torcer para que tudo terminasse bem, o quanto ia sofrer e me apaixonar e suspirar a cada página, o que também aconteceu comigo em Métrica, só que agora, de um jeito muito mais profundo e extremamente humano e doloroso. 
  Sky é uma garota de 17 anos cuja reputação vive na lama, e ela não faz nenhuma questão de mudar isso, apesar de não ser como os outros pensam que é. Foi adotada quando tinha cinco anos, e tem uma melhor amiga chamada Six. Six sempre aparece com um novo namorado a cada semana. Por ser sua amiga, todos acham que ela é assim também.
  É o seu primeiro ano estudando em uma escola normal, já que passou a vida estudando em casa, pois sua mãe, Karen, não queria que a filha frequentasse aulas. Quem ajudou Sky a entrar para a escola foi Six, e assim, Sky começa a ver como é o mundo fora da proteção de sua mãe, que, além disso, não tem internet nem televisão em casa.
  Quando Sky conhece Holder, um garoto que a cativa e amedronta ao mesmo tempo, sua vida muda completamente. Ela não entende o por que de Holder ficar tão interessado em conhecê-la nem a razão de sentir algo, pois só fica com garotos porque não é capaz de sentir nada por eles, e gosta de desligar-se do mundo.

  “Tudo o que já aconteceu ou que acontecerá no mundo é simplesmente o cenário do que está acontecendo entre nós agora, e não quero que isso pare. Não quero.”

“É incrível o que o som de uma voz que estamos loucos para ouvir faz com nosso coração. Ele acabou de dizer cinco palavras, mas no tempo que levou para falar essas cinco palavras, meu coração foi despedaçado, moído e retornou ao meu peito, como se devesse saber como voltar a bater outra vez.”

  No começo da narrativa, o livro parece tratar-se do clichê de sempre em relação aos new adults. Mesmo assim, fiquei encantada com os personagens, principalmente com Sky e Holder, desde as primeiras páginas. Mas, conforme o romance evolui, vemos que não é nada comum ao novo gênero de literatura que ainda é o NA. É algo arrebatador e triste, e belo ao mesmo tempo. Não tinha chorado ainda lendo Um Caso Perdido, até chegar nas cem páginas finais da minha versão do livro, pois li em e-book.

  “— Quero que se lembre quem você é, apesar de todas as coisas ruins que estão acontecendo com você. Porque essas coisas não são você. São apenas coisas que aconteceram com você. Precisa aceitar que quem é e o que acontece com você são duas coisas diferentes.”

  Ao conversar com Holder e tentar descobrir a razão de sua instabilidade de sentimentos, sendo ele um garoto doce e apaixonado em um minuto e irritado e incompreensível no outro, Sky se expõe a descobertas sobre si mesma.
  Sky não é uma garota como as outras. Nem Holder é um caso perdido. Nem Six é a garota que só faz trocar de namorado o tempo todo. Todos são humanos e imperfeitos, e têm medos, inseguranças, e principalmente, esperança.
  Colleen conseguiu me envolver ainda mais do que quando li Métrica. Estava louca para ler a história de Sky, e, mesmo sofrendo, digo que amei o livro, pela superação e humanidade dos personagens. Não consigo fazer justiça aos meus sentimentos ao lê-lo.
  Um Caso Perdido é leitura recomendadíssima. Prepare-se para chorar litros com um romance nada convencional e destruidor de corações. 






Livro #1 da série Hopeless
Título Original: Hopeless
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Tradução: Priscila Catão
Páginas: 384
Ano de Publicação: 2014
ISBN:978-85-0140-394-0

Classificação:


7 comentários :

  1. Letícia, tudo bem? Li recentemente Um caso perdido, e uuaauuuu, a escrita da Colleen é intensa, surpreendente, e nesse livro em especial os temas tratados foram pesados, em alguns momentos me sentia na vida da Sky e fiquei pasma por ela ser tão centrada e conseguir manter a serenidade nas piores circunstâncias.
    Ameii a leitura, beijos.
    Blog: Porão da Liesel
    Página no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila! A escrita da Colleen é realmente intensa. Confesso que não chorei aos baques nos dois livros, mas senti tudo de uma maneira extraordinária, adorei ambos! Beijos

      Excluir
  2. Oi Letícia, tudo bem?

    Concordo com você, esse livro foge dos clichês e arrebata completamente nossos corações.
    Me apaixonei por essa história e pela forma que ela me surpreendeu.

    E ah, muito obrigada por seu comentário lá no blog viu?

    Beijos,

    Pah - Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  3. Olá :)
    Gostei muito da sua resenha, pois através da mesma você conseguiu passar tudo que sentiu ao fazer a leitura, ale´m disso me fez querer ler algum dia esse livro. Achei a assunto desse livro bastante interessante, estou com curiosidade de ler, pois eu gosto de livros que mexem com o meu emocional, esse book aparenta ser apaixonante. :3
    Bjus linda <3
    http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Desde que fiquei sabendo da existência desse livro me apaixonei. Nem li ainda, mas estou apaixonada por ele de tanto ver comentários positivos sobre. A escrita da autora está sendo tão bem comentada que até me deu vontade de ler outros livros dela (Métrica, Pausa..). Não vejo a hora de ter essa leitura. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Letícia! Ótima resenha! Até agora não li nenhuma resenha que falasse mal de Um Caso Perdido e eu sempre fico um tanto espantada porque a) não sou a maior fã de New Adult e b) leio a sinopse e não me vejo totalmente atraída. Mas com todas essas resenhas, já estou convencida a ir ler Um Caso Perdido, estou muito curiosa e com expectativas altíssimas! rs Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?
    Eu amei métrica e fiquei feliz em saber que esse livro consegue ser ainda mais envolvente, fiquei com mais vontade de lê-lo, rs, espero fazer isso e, breve. Beijinhos,
    Andréia - StarBooks

    ResponderExcluir