EBL #1 - Modinhas Literárias

  Oi, gente! 

  Depois de um tempo de sumiço, porque eu não estava animada pra postar nada, vim com um tipo de post diferente. A Gabi, do blog parceiro Frases Perdidas, criou uma blogagem coletiva entre bloggers literários, que será realizada uma vez por mês somente. Temos o grupo do facebook, e se alguém quiser participar é só clicar aqui. :)
  Bom, o tema do primeiro mês da blogagem são as modinhas literárias.
  Até começar a resenhar livros aqui, eu não tinha nem ideia do que era isso. Só fui saber ano passado, quando todos no twitter falavam de A Culpa é das Estrelas e de quanto chororô o livro causou nos leitores. 


  De tanto ler que o pessoal não tinha mais lágrima pra chorar, e por que o John Green tinha escrito um livro desse (eu não sabia nem quem era ele na época :S), fiquei curiosa sobre ele. Só li uma resenha, que para mim foi cativante, mas eu não queria chorar também ao ler um livro sobre uma adolescente com câncer. 
  Terminei me decidindo numa ida à livraria. Quem leu minha resenha sabe que comprei por ler o comentário do Markus Zusak, e foi uma das melhores coisas dessa vida. <3 
  Outro caso que aconteceu comigo foi em 2012, quando Jogos Vorazes estava em cartaz no cinema e fui assistir sem saber o que me esperava. Sim, só fui saber que era uma adaptação nos créditos, haha. 
  Sinceramente, não sei ainda o que pensar sobre modinhas literárias, porque isso envolve fãs que são fãs desde o lançamento do livro que está em questão até as pessoas como eu, que só estou lendo Harry Potter agora, enquanto meus amigos blogueiros cresceram lendo. Admito que me sinto um ET às vezes, ok. 
  Existem leitores que acham que alguém que só se interessou pela história quando assistiu a uma adaptação é poser, e há outros que não se importam com isso. 

                                 
  Eu sou uma leitora que às vezes não aguenta a curiosidade e vai procurar o livro que chamou minha atenção porque meus amigos leitores falam bem dele e tem chuva de resenhas. Dois desses exemplos foram, sim, A Culpa é das Estrelas e Eleanor & Park (obrigada, Iris Figueiredo, por me apresentar a esse livro coisa linda!). 
  Para mim, Eleanor & Park é um deles porque todos falam da Rainbow Rowell, e todos a amam. Descobri o livro visitando o blog da Iris, o Literalmente Falando. A resenha foi tão amor que fiquei louca por ele. 
  Alguns desses livros que todos chamam de modinhas se tornaram meus favoritos, sim, porque se um livro se tornou um best-seller e todos estão gostando, é claro que eu gostaria de lê-lo para ver se me apaixono também. Embora não concorde com o termo, acho válido isso de ler alguma modinha porque quem sabe o que a pessoa vai sentir durante a leitura? Quem sabe se vai amar o livro por toda a vida ou nunca mais querer lê-lo? 
  Não é porque alguém de repente não se lembra de um fato mínimo que aconteceu em Divergente não é fã do livro. A questão de "modinha" se tornou uma porta para preconceitos literários. O fato de que um leitor não é leitor só porque lê o que todos estão lendo em determinada época, ou é excluído porque não leu o best-seller, não tem sentido.
  Como nos anos passados, muitas crianças não gostavam de ler e hoje não param mais porque leram algum livro ou série que cativou a todos, e algo assim deve ser notado. 
  Quantos leitores amam visitar um universo diferente porque se interessaram pela leitura quando mergulharam na história de uma das modinhas? E vocês, o que acham? Contem nos comentários. 


Outros participantes do EBL:
Bia - Elen - Gabriel - Gabriela - Júlia - Lorraine - Mayara - Pri

     

6 comentários :

  1. Olha, eu acredito que as "modinhas" devem ser sim valorizadas. Muitas pessoas que não se interessavam por outros livros, digamos mais clássicos, começam a ler esse tipo de livro com linguagem mais acessível e cativante. Assim, as "modinhas" tornam-se uma oportunidade para que surjam mais leitores, o que é excelente.
    Sobre ser poser, eu já percebi muito preconceito em relação a isso. Creio que as pessoas não deveriam julgar tanto os outros pelo seu conhecimento de determinada obra. Lemos por prazer, não para fazer uma prova na escola e termos que saber todos os detalhes do enredo. Deixa-se isso para química e física. Literatura é um assunto diferente.


    Leitores Forever

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Modinha é um assunto complicado. Tudo fica complicado quando há fanatismo. Concordo com você, livros modinhas abrem portas para novos leitores, o que é uma coisa boa.
    Na verdade, meu único problemas com livros modinhas, e ver oceanos de elogios por aí, o que faz minha expectativa subir muito. Aí leio o tal livro e acabo me decepcionando um pouco, mas não pelo livro ser ruim, apenas pq eu esperava algo genial.
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Hey!
    Eu, sinceramente, adoro ler esses livros que todos chamam de "modinha" e me sinto irritada quando outros leitores começam a criticar sem parar esse tipo de livro que faz mais sucesso, sem nem mesmo se tocar que as modinhas tem o papel importante de trazer outras pessoas para o mundo literário!
    Modinhas ou não, são livros como todos os outros, e é claro que uns gostam mais e outros menos!

    Beijos!
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você, Leti, essa questão das modinhas realmente se tornou uma porta para esses preconceitos, que assim como qualquer outro, não deveriam existir. Acho que "modinha" é uma expressão completamente equivocada e não há problema nenhum com esses livros que viram febre, muitos são ótimos, por sinal. Beijos!
    Te indiquei numa tag lá no blog, espero que goste!
    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Acho que a categorização "modinha" acontece muito aleatoriamente e é dado pelos próprios fãs de outros autores e séries, porque afinal existem um montão de livros por ai fazendo sucesso não é? E todo mundo lê que é uma beleza, mas o negocio fica apavorante no Twitter e no Facebook quando a "modinha" estoura, A culpa é das estrelas e Se eu ficar são os exemplos do ano, quando Se eu ficar foi lançado o pessoal que curte TFIOS partiu pra cima. Então, é o seguinte: se é modinha ou não, tanto faz... Ler é tão lindo ♥

    estanteideal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Letícia!
    De todas as modas que já surgiram, nunca teve uma que eu apoiasse tanto! Hahaha. Eu entendo a revolta dos fãs mais antigos, porque tem muita gente sem noção nesse mundo (de "fãs" que nem sequer leram o livro a pessoas que comprar só pra postar no instagram), mas ainda sim fico feliz; porque com ou sem noção essas pessoas ajudam a incentivar a leitura, de uma forma ou de outra.
    A Culpa É Das Estrelas é muito citado, mas acho que os maiores modinhas foram Crepúsculo e Harry Potter, estava em todo lugar! Que saudade de ver as reportagens dos lançamentos dos livros de HP! Hahaha.
    Adorei o post e o blog (te achei no twitter!)
    Bjos,

    Mari Pacheco
    Livros & Nerds

    ResponderExcluir