Reflexões para o Dia Internacional da Mulher #3


REFLEXÕES PARA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER 3

Apenas quando chorava me sobrevinham belezas. Só a lágrima me desnudava, só ela me enfeitava. Na lágrima flutuava a carícia desse homem que viria. Esse aprincesado me iria surpreender. E me iria amar em plena tristeza. Esse homem me daria, por fim, um nome. Para o meu apetite de nascer, tudo seria pouco, nesse momento.

MIA COUTO

No conto "Saia almarrotada", do livro "O Fio das Missangas"

Photo by © Nicholas Wiesnet

através da página Mia Couto, no Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário